BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Sem título


Dobrei meu coração feito papel
E o joguei no chão de um botequim
Na esperança de alguém o encontrar
E leva-lo pra longe de mim
Mas que azar que eu dei
Ninguém o levou
Ele continuou a reclamar
O meu corpo embebido de dor
E o sorriso querendo esgotar
Percebi que esquecer não adianta
É preciso aprender a conviver
Pois os momentos existem na lembrança
E a saudade só lembra você

1 comentários:

Dija Darkdija disse...

Isso aí dá uma bossa mesmo, srta chuva.